Bandidos libertam reféns em restaurante e se entregam à polícia

Bandidos libertam reféns em restaurante e se entregam à polícia
Bandidos libertam reféns em restaurante e se entregam à polícia - Crédito da foto: TV TEM

Após quase três horas de negociação, os bandidos que fizeram reféns em um restaurante na manhã de ontem (9) finalmente liberaram ao menos doze pessoas mantidas como reféns após a quadrilha balear dois policiais durante uma tentativa de assalto na rodovia Régis Bittencourt, em Miracatu, no interior de São Paulo.

A princípio, o trecho entre os quilômetros 136 e 138 ficou interditado durante as negociações. Assim, equipes do Comando de Operações Especiais (COE) e do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foram até o local.

Segundo a Polícia Militar, foram recolhidos seis coletes, três fuzis, duas pistolas, onze carregadores e grande quantidade de munição. Já os documentos e os celulares dos bandidos foram encontrados queimados.

A Polícia Militar acredita que os assaltantes formaram uma quadrilha que agia em roubo de carga, e que desta vez, devido às condições, foi possível prendê-los depois de uma longa negociação.

Entenda o caso

Na manhã da última terça-feira (9), uma quadrilha tentava roubar um caminhoneiro, quando foi surpreendida pelos policiais na Rodovia Régis Bittencourt, em Miracatu, interior de São Paulo. A quadrilha disparou contra os policiais e dois ficaram feridos. Eles foram atingidos na perna por tiros de fuzil ao tentarem evitar o roubo. Um policial foi alvejado na perna e outro foi atingido de raspão.

Os ladrões fugiram pela Serra de Juquiá, onde invadiram um restaurante às margens da rodovia SP-79, no trecho de Piedade (SP). Eles mantiveram como reféns as pessoas que estavam no restaurante. O número de vítimas ainda não foi divulgado.

Segundo informações da Polícia, os criminosos fazem parte de uma quadrilha de roubo de cargas e os carros que eles usavam têm placas de Guarulhos (SP) e Barueri (SP).

Facebook Comments