Dona de casa acusa funcionários de negligência em creche

Dona de casa acusa funcionários de negligência em creche.
Dona de casa acusa funcionários de negligência em creche. Crédito da foto: Pixabay.

Mônica Sardinha Matos, de 29 anos, registrou um boletim de ocorrência junto á Polícia Civil nesta segunda-feira (12), após segundo ela, a filha de 2 anos ter fugido da escola e ter sido encontrada na rua sozinha por uma vizinha, na última sexta-feira (09), em Ribeirão Preto (SP).

A escola nega a acusação e alega que entregou a criança para a irmã de 8 anos, na portaria da escola.

A mãe da criança não aceitou a alegação da escola e voltou a acusar os funcionários por serem negligentes com sua filha. Nesta terça-feira (13), ela se dirigiu até a Secretaria de Educação e cancelou a matricula da filha na escola. A minha filha fugiu da escola e a escola não sentiu falta dela. Meu pensamento era de que ela estava segura na escola, mas não estava. Ela saiu sem ninguém ver e ninguém sentiu falta. Ela estava sozinha na rua. Nunca imaginei que ela fosse estar na rua”, disse Mônica ao G1.

A Secretaria de Educação de Ribeirão Preto, se manifestou por meio de nota e disse que os fatos serão apurados “profundamente”.

Edelson Rodrigues, de 26 anos disse ter medo do que poderia ter acontecido com sua filha após a fuga, segundo ele, ela poderia ter sido atropelada, ou sequestrada na rua. Foi um “erro muito grave” afirmou o pai.

Embora o BO tenha sido registrado na última segunda-feira (12), a Polícia Civil ainda não iniciou o processo de investigação do caso.

Se for provada a negligência por parte da escola, os funcionários responsáveis devem responder pelo crime de abandono de incapaz, punível com detenção de 6 meses a 3 anos.

Facebook Comments