Homem mata ex-genro com tiros à queima-roupa para proteger filha

Homem mata ex-genro com tiros à queima-roupa para proteger filha.
Crédito da foto: Arquivo pessoa

Em Praia Grande, litoral de São Paulo, um homem de 52 anos matou outro de 36 a tiros. Segundo informações da polícia, Edson Claro de Almeida realizou os disparos após receber mensagem da filha pedindo socorro, pois Elton Gomes da Silva havia a agredido e ameaçado de morte.

Ainda de acordo com a polícia o representante comercial fugiu após matar o genro. A filha de Edson, de 28 anos estava separar da vítima por aproximadamente dois anos, porém, seu ex-companheiro não aceitava o término do relacionamento. Segundo ela, nesta terça-feira (08), Elton estava em frente sua casa e forçou sua entrada no imóvel, que fica no bairro Sítio do Campo, em seguida, com uma faca começou a fazer ameaças.

Para tentar se defender, a mulher disse que iria tomar banho, e de dentro do banheiro enviou mensagens para o pai pedindo socorro.

Consta no boletim de ocorrência, que logo após sair do banheiro, Elton teria agredido a ex-companheira com socos na região da cabeça. Ainda tomou o celular dela e quebrou. O pai da jovem chegou no local minutos depois, e quando entrou na residência, Elton começou a agredi-lo, ameaçando-o de morte também.

Edson então pegou a arma que estava em sua cintura e disparou contra Elton, acertando a região do abdômen. O ex-genro caiu no chão, neste momento Edson realizou mais um disparo e saiu correndo.

O SAMU foi acionado, porém, Elton não resistiu aos ferimentos causados pelas balas e morreu no local.

O caso está sendo acompanhado pela Delegacia de Polícia de Praia Grande. Segundo a polícia, o caso agrega cinco crimes, homicídio, ameaça, violência doméstica e injúria. A perícia já esteve no local e apreendeu um revolver e um celular quebrado, que seria possivelmente da mulher agredida.

Leia também: Quatro pessoas foram mortas em confronto com a polícia.

Facebook Comments