Paciente usa extintor para tentar agredir segurança em posto de saúde

Paciente usa extintor para tentar agredir segurança em posto de saúde
Crédito da foto: Reprodução/G1

Na madrugada desta terça-feira (8), um homem foi detido após ter um ataque de raiva na Unidade de Pronto Atendimento do bairro Tangará, em São José do Rio Preto (SP). O homem, que era paciente do posto de saúde, agrediu funcionários do local e tentou bater em um segurança com o extintor de incêndio. Entretanto, ele foi imobilizado com uma chave de braço.

Segundo informações da Secretaria de Saúde, o paciente chegou ao local com uma dor de dente e esperava o atendimento. Ao ser chamado para o consultório, o segurança pediu para que a mulher o acompanhava esperasse na recepção. O homem ficou irritado e começou a discutir com os funcionários do posto de saúde. Depois, pegou um extintor de incêndio e tentou agredir o segurança do local.

O homem foi encaminhado para o plantão policial, onde foi feito o boletim de ocorrência por dano qualificado e ameaça. De acordo com a polícia, o agressor informou que se irritou com a demora do atendimento médico.

Ainda segundo a Secretaria de Saúde, ninguém ficou ferido.

O boletim de ocorrência por dano qualificado (art.163, parágrafo único, inciso III) traz que: “Destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia (…) Se o crime é cometido: contra o patrimônio da União, Estado, Município, empresa concessionária de serviços públicos ou sociedade de economia mista”.

Além disso, o delito de ameaça está previsto no artigo 147 do Código Penal Brasileiro e pune a conduta do agente que por palavra, escrito ou gesto, ou qualquer outro meio simbólico, ameace alguém de causar-lhe mal injusto e grave. A pena é de um a seis meses de detenção ou multa.

Facebook Comments