DestaqueEmbu das ArtesNotíciasOperaçãoPlantão PolicialSão Paulo

Duas quadrilhas fizeram mais de 200 vítimas em fraude do abono salarial/PIS

A Polícia Federal desencadeou na última quarta-feira (09), de forma simultânea, duas operações cujo o objetivo seria o mesmo: a desarticulação de duas quadrilhas especializadas em fraudar, mediante uso de documentos falsos, o recebimento do Abono Salarial – PIS.

Fases anteriores de ambas operações foram desencadeadas em 2018 e com base nos materiais colhidos durante as deflagrações foi possível aprofundar mais nas investigações que culminou com a identificação de cooptadores e dos mentores dos esquemas criminosos que provocaram prejuízos não somente para os cofres públicos como também para trabalhadores que fazem jus ao referido benefício pago pelo Governo Federal.

A 3ª fase da Operação GOLPES MASTER busca colher elementos de prova contra os investigados que possuem relevantes participações e gerenciamentos no grupo criminoso, principalmente no tocante a fabricação e obtenção de dados pessoais de beneficiários. Foram expedidos 09(nove) mandados de prisão temporária e 10(dez) mandados de busca e apreensão, com cumprimento na cidade de São Paulo/SP.

Com relação a 2ª fase da Operação GolPIS, foram expedidos 04(quatro) mandados de busca e apreensão em logradouros relacionados a investigados residentes no município de Embu das Artes/SP e também na capital paulista. Tais investigados seriam possíveis cooptadores de mulheres que utilizavam carteiras de identidades falsas para poderem sacar, junto a agências da CAIXA ECONOMICA FEDERAL, o benefício do abono Salarial do PIS.

No andamento das apurações relacionadas as duas operações policiais, foram identificadas mais de 200 (duzentas) vítimas. A maioria desconhecia o fato de que faziam jus ao benefício do abono salarial PIS e, por conseguinte, as quadrilhas aproveitavam dessa situação e realizavam saques do benefício em agências da CAIXA de diversos municípios paulistas. Por causa desse desconhecimento, as vítimas e também a própria CAIXA eram lesadas sem tomarem conhecimento e, como não havia reclamação, não se fazia qualquer registro policial e/ou investigação para tanto.

Leia mais notícias como esta aqui no Regional Paulista.

Facebook Comments

Deixar uma resposta

Back to top button
Close
Close

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios