NotíciasPolíticaPrevidência Social

Câmara aprova redução de 20 para 15 anos de contribuição para homens

A terceira mudança aprovada no texto-base da reforma da Previdência, faz com que tempo de contribuição fique igual para homens e mulheres

Foi aprovada na madrugada desta sexta-feira (12), pelo plenário da Câmara, o texto da reforma da Previdência. Reduzindo assim, de 20 para 15 anos, o tempo mínimo de contribuição exigido para homens do setor privado poderem se aposentar. Por 445 votos a 15, a proposta foi aprovada.

Na proposta inicial, o tempo mínimo de contribuição para mulheres era também de 20 anos. Entretanto, o relator Samuel Moreira (PSDB-SP) reduziu para 15, quando o tema estava em análise pela comissão especial. Mas, o destaque aprovado não altera a idade mínima para homens e mulheres se aposentarem. Idade essa de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres.

Além dessa alteração, outras duas foram aprovadas. Uma delas aprova a emenda que favorece aposentadoria de mulheres e pensão de viúvas, e outra que flexibiliza regras de aposentadoria para policiais.

Após a aprovação desses destaques, o presidente da Câmara Rodrigo Maia, encerrou a sessão. Convocando então, uma nova para a manhã desta sexta-feira (12).

Acordo

Para a aprovação da redução de contribuição para homens, foi necessário um acordo entre parlamentares pró-reforma, governistas e oposição. O acordo aconteceu na tarde de ontem, quinta-feira (11), no gabinete de Rodrigo Maia.

O deputado Alessandro Molon (PSB-RJ) comemorou a realização do entendimento, afirmando serem uma oposição qualificada, “que dialoga, que mostra dados, que estuda e não como foi dito hoje aqui mais cedo por um outro deputado: uma oposição que só quer atrapalhar” afirma Molon.

O partido Novo, entretanto, criticou a aprovação, afirmando que a redução atacava um dos pilares da reforma, o tempo mínimo de contribuição.

Facebook Comments

Back to top button
Close