No último domingo (12), aconteceu algo inusitado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), localizada no bairro Jaguaré, em São José do Rio Preto. Uma mulher que utilizava o serviço de saúde pública reconheceu o suposto homem que a teria estuprado há seis anos atrás em quanto aguardava para ser atendida.

Ao reconhecer o homem, a mulher teria contado ao filho que a acompanhava, seu filho então começou a agredir o suposto estuprador, o vigia que estava de plantão tentou separar a briga, porém, não foi possível e a polícia foi acionada.

Um boletim de ocorrência foi registrado e mulher aconselhada a procurara a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

A briga aconteceu na recepção da Upa, a câmera de segurança do local registrou o momento em que ocorreu o fato.

  Renata Sorrah se apresenta no Sesc Birigui com o tema "racismo"

Ouvido na delegacia, o suspeito negou ter praticado o abuso sexual.

Facebook Comments