Nos últimos meses, novos semáforos foram instalados em Rio Preto, entretanto, eles nunca foram ligados. Alguns equipamentos, instalados a quatro meses, estão em pontos importantes para a circulação de pedestres e veículos, em que o trânsito é considerado intenso.

Alguns acidentes vem sendo recorrentes na cidade de Rio Preto. Um motociclista bateu em um carro no cruzamento das ruas Mirassol com Antônio de Godoy, no bairro Redentora. O semáforo no local do acidente estava desligado.

Esse acidente em questão foi registrado no mês de junho, e a situação continua da mesma forma: semáforos desligados e transtornos no trânsito, constando por semana pelo menos três acidentes nas regiões.

No encontro entre a Avenida João Bernardino de Seixas, com a rua Oswaldo Cruz, os motoristas e pedestres devem ficar atentos também. O cenário é o mesmo, os semáforos, instalados a quatro meses existem, mas não funcionam.

  Bebê encontrado em uma sacola plástica é internado na UTI em estado grave

Nos horários de pico, o fluxo de veículos aumenta, deixando as ruas ainda mais perigosas. Os pedestres precisam de atenção redobrada também, na hora de atravessar as ruas.

Na última terça-feira (6), um acidente entre dois carros aconteceu em uma das avenidas sem semáforo. Um dos carros chegou a capotar.

De acordo com o Secretário de Trânsito, já foi realizado um pedido à CPFL, para que a energia seja ligada nos semáforos em pelo menos 15 cruzamentos da cidade.

Veja também: Lei Seca penaliza motoristas em Catanduva

Facebook Comments